Raul Marcelo tem 29 anos de idade e é deputado estadual em primeiro mandato e líder do PSOL na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, onde integra as Comissões de Direitos Humanos (CDH) e de Cultura, Ciência e Tecnologia (CCCT). Estudante de Direito, é formado em Processamento de Dados e ex-aluno da Fatec. Também cursou Letras, na Universidade de Sorocaba. É casado com a advogada Maria Elisa Souza e pai do pequeno Raul, de nove meses.

 

Assumiu seu primeiro mandato como vereador na cidade de Sorocaba em 2000, aos 21 anos, como liderança do movimento estudantil e professor da rede estadual de Educação. Em 2004, foi reeleito vereador com a maior votação do município. Na Câmara Municipal, presidiu a Comissão de Direitos Humanos e a Comissão Parlamentar em Defesa do Desarmamento e fez aprovar o feriado municipal da Consciência Negra (20 de novembro), em homenagem a Zumbi dos Palmares e à luta contra o racismo.

 

Coerente com seus princípios, deixou o PT em 2005 e ingressou no Partido Socialismo e Liberdade, no qual se elegeu deputado estadual, com mais de 35 mil votos. Também pelo PSOL foi candidato a prefeito de Sorocaba, em 2008, obtendo 24.260 votos (7,95%).

 

Nesses dois anos na Assembléia Legislativa, aprovou projeto de lei de proteção à mata atlântica, conquistou a liberação de verbas para reforma agrária e educação no Estado e – como titular da Comissão de Direitos Humanos – tem denunciado sistematicamente as violações cometidas por agentes do Estado, as precárias condições do sistema prisional e a falência do modelo da Fundação Casa (antiga Febem), além de atuar contra a crescente criminalização dos movimentos sociais e da pobreza. Também assinou todos os pedidos de instauração de Comissões Parlamentares de Inquérito que foram apresentados à Assembleia.

 

Entre as principais proposições apresentadas estão: o pedido de criação da CPI da Dívida Pública Paulista, o projeto de lei complementar que combate a privatização na saúde estadual (PLC 14/2009), o projeto de lei que responsabiliza os clubes oficiais do Estado pela educação dos atletas menores de 18 anos (PL 238/2009), o substitutivo nº 1 ao Projeto de Lei Complementar 20/2009 do governo do Estado (com o substitutivo Raul Marcelo propõe criar 100 mil novas vagas para contratação de professores para a rede estadual, por concurso público, estabelecer uma jornada única de trabalho docente de 40 horas e instituir o piso salarial referenciado no salário mínimo necessário do DIEESE) e o projeto que institui o feriado da Consciência Negra em nível estadual (PL 1336/2007).

Read more

Testimonials

Have something nice to say about Raul Marcelo? Write a testimonial